Simple LAN Monitor - Instalação

 

Instalação

São fornecidos com as fontes e os binários précompilados dos servidores para Linux, e do cliente para JAVA.

Caso pretenda recompilar as fontes do servidor, execute:

#configure
#make
#make install

Para recompilar as fontes JAVA, com o JDK 1.1 da Sun, em UNIX ou Windows, vá para a pasta java e execute o seguinte comando, e depois copie os ficheiros com a extensão *.class para a pasta applet:

#javac *.java

Para versões superiores ao JDK 1.1 da Sun, use o seguinte comando, envez do anterior:

#javac -target 1.1 *.java

Em seguida, copie o directório applet para um subdirectório de um servidor de páginas web (por exemplo, o Apache), instalado no teu servidor Linux. Este directório possui um ficheiro em HTML, e as classes JAVA compiladas para a Maquina Virtual JAVA 1.1.

Para compilar o emulador do servidor, na subpasta ServerStub da pasta java, mude-se para esta subpasta e execute o mesmo comando que executou anteriormente.

Tipicamente, o directório de páginas do servidor Apache encontra-se em:

RedHat, Mandrake: /home/httpd/html

Debian: /var/www

Para arrancar o Apache, execute:

RedHat, Mandrake: /etc/rc.d/init.d/httpd start

Debian: /etc/init.d/apache start

Para colocar a correr em RedHat e Mandrake, recomendamos o comando:

#ntsysv

Nota: Devido a limitações inerentes ao funcionamento do modelo de segurança da arquitectura da JVM, esta máquina necessita de ser a mesma onde se encontra a correr o software do servidor SLM.

O ficheiro index.html do directório necessita de ser modificado de acordo com o endereço IP do servidor onde está instalado a applet SLM e o servidor SLM.

 

Instalação do Componente MRTG

Para instalar o componente de modulo de MRTG, não existe a necessidade de usar o programa sniffclient. O sniffclient e o sniffmrtg podem coexistir, e o mesmo servidor fornecer estatísticas continuas através de MRTG, e estatísticas momentâneas através do sniffclient.

Para integrar devidamente o MRTG, substituir o ficheiro de MRTG pelo fornecido no SLM, ou, caso já possuas um configurado na maquina que tencionas usar, retira a linha de Workdir no mrtg.cfg que fornecemos, e acrescenta-o ao ficheiro de configuração do MRTG que se encontra a usar.